Governo antecipa reembolso de 2 mil milhões de euros ao FMI

Governo procedeu ao reembolso antecipado ao FMI de 2.068 mil milhões de euros. Com este adiantamento é estimada uma poupança de 41 milhões de euros. Até à data, já foi amortizado ao FMI 42,6% do empréstimo total inicial.

0
1
Partilhas
Governo antecipa reembolso de 2 mil milhões de euros ao FMI
Governo antecipa reembolso de 2 mil milhões de euros ao FMI. Foto: Rosa Pinto

Portugal procedeu ao reembolso antecipado de duas tranches do empréstimo contraído junto do Fundo Monetário Internacional (FMI) no âmbito do Programa de Ajustamento Económico e Financeiro.

O valor deste pagamento totaliza cerca de 2.068 mil milhões de euros (SDR 1.621 mil milhões) e foi realizado em duas tranches, com data-valor de 21 e 22 de novembro, representando 11% do empréstimo remanescente do FMI a Portugal (equivalente a cerca de 18.853 mil milhões de euros). Até à data já foi amortizado antecipadamente 42,6% do empréstimo total inicial, indica o Ministério das Finanças.

Os reembolsos agora antecipados dizem respeito às amortizações programadas de capital para serem pagas “entre setembro de 2018 e fevereiro de 2019”. “Esta antecipação vai permitir reduzir as necessidades de financiamento da República Portuguesa nesses anos”, indica o Ministério das Finanças.

Devido a este pagamento antecipado “a poupança estimada de juros até à maturidade das presentes tranches é de 41 milhões de euros. Para este cálculo, assumiu-se a comparação entre o custo médio de financiamento observado este ano e o custo implícito nas tranches agora pagas”.

O reembolso antecipado insere-se, de acordo com o Governo, no “Programa de Financiamento da República Portuguesa para o ano de 2016 e beneficiou da implementação do plano de emissão de Obrigações do Tesouro em linha com o planeado, assim como do financiamento obtido no âmbito do programa de emissão de Obrigações do Tesouro de Rendimento Variável, iniciado em 2016”.

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

wpDiscuz