Helicóptero da Força Aérea faz resgate a 431Km a sudoeste da Ilha da Madeira

Marinha, Força Aérea, INEM e Bombeiros estiveram hoje envolvidos no resgate médico de tripulante de 24 anos, britânico, do navio de passageiros ‘SAGA SAPPHIRE’, a navegar a 431 quilómetros a sudoeste da Ilha da Madeira.

0
Helicóptero EH-101 da Força Aérea Portuguesa
Helicóptero EH-101 da Força Aérea Portuguesa. Foto: Rosa Pinto

A Marinha coordenou hoje uma operação de resgate médico de um tripulante de 24 anos de idade, de nacionalidade britânica, que se encontrava a bordo do navio passageiros ‘SAGA SAPPHIRE’ de bandeira de Malta, a navegar a cerca de 233 milhas, ou seja, a 431 quilómetros, a sudoeste da Ilha da Madeira.

O alerta, de acordo com a Marinha, foi recebido no Subcentro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo do Funchal (MRSC Funchal) cerca das 08h37 que desencadeou os procedimentos junto do Centro de Coordenação de Busca e Salvamento Marítimo de Ponta Delgada (MRCC Delgada) para a necessidade de resgate médico junto do INEM – Centro de Orientação de Doentes Urgentes no Mar (CODU-Mar). Em face do quadro clínico do tripulante, a decisão foi a evacuação médica por via aérea.

Para proceder ao resgate foi acionado o helicóptero EH-101 e a aeronave C295, do Destacamento Aéreo da Madeira da Força Aérea, localizado em Porto Santo.

A Marinha, através do MRCC Delgada, em coordenação com o MRSC Funchal e em articulação com a Força Aérea e com o Serviço Regional de Proteção Civil da Madeira (SRPC IP-RAM), coordenou a operação, tendo o tripulante desembarcado no aeroporto da Madeira pelas 15h50.

Uma ambulância dos Bombeiros Municipais de Santa Cruz, ativada pelo SRPC IP-RAM através do MRSC Funchal, transportou de imediato o doente do aeroporto da Madeira para o Hospital Dr. Nélio Mendonça no Funchal.

A Marinha indicou ainda em comunicado que “o Comando Local da Polícia Marítima do Funchal tomou conta da ocorrência.”

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!