Investigação em Estrelas de Neutrões reúne cientistas em Coimbra

Estrelas de Neutrões reúne, de 26 a 28 de setembro, em Coimbra, cerca de meia centena de cientistas num encontro, para debater algumas das questões ligadas à investigação da física destes objetos compactos do universo.

0
Investigação em Estrelas de Neutrões reúne cientistas em Coimbra
Investigação em Estrelas de Neutrões reúne cientistas em Coimbra. Foto: DR

Muitos dos avanços científicos que levaram às atuais tecnologias que utilizamos no dia-a-dia partiram do estudo de condições e objetos muito distintos daqueles a que deram origem. Uma das áreas de investigação a debater em Coimbra, nos dias 26 a 28 de setembro é a das estrelas de neutrões.

O encontro com o título “Neutron stars: the equation of state, superconductivity/superfluidity and transport coefficients” envolve a participação de cerca de meia centena de cientistas e decorre no Centro de Física (CFisUC) da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC), no âmbito da Ação COST PHAROS.

Os cientistas vão debater, entre outras, questões ligadas à “equação de estado, propriedades de superfluidez, supercondutividade e transporte no interior das estrelas de neutrões.”

“As estrelas de neutrões são dos objetos mais compactos do Universo. Devido às condições extremas que existem no seu interior, não reproduzíveis na Terra, formam um laboratório único para o estudo de muitos ramos da Física, incluindo a física nuclear e de partículas, relatividade geral, física da matéria condensada, física estatística e física dos plasmas”, explicou Constança Providência, do CFisUC, citada em comunicado da UC.

A investigadora esclareceu ainda que “a recente deteção de ondas gravitacionais resultantes da fusão de duas estrelas de neutrões abriu uma nova era no estudo destes objetos. Além de ondas gravitacionais, estes objetos também emitem ondas eletromagnéticas, raios cósmicos e neutrinos, pelo que a astronomia de multi-mensageiros irá ter um papel essencial no seu estudo.”

As Ações COST (Cooperação Europeia em Ciência e Tecnologia) financiam projetos desenvolvidos por redes interdisciplinares de investigação e inovação, com o objetivo de permitir avanços científicos que levem a novos conceitos e produtos.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!