Mário Patrão no Panafrica Rally 2019

O Piloto da KTM vai estar Panafrica Rally 2019, uma competição que decorre de 21 a 27 de setembro no deserto de Merzouga, em Marrocos. O piloto foi segundo no Panafrica Rally 2018.

0
Mário Patrão no Panafrica Rally 2019
Mário Patrão no Panafrica Rally 2019. Foto: DR

O piloto Mário Patrão, recordista em títulos nacionais de todo-o-terreno, conquistados em moto, e também vice-campeão nacional da modalidade em 2018, Mário Patrão vai disputar pela terceira vez consecutiva, uma das maiores competições africanas que se realiza em Marrocos, o Panafrica Rally, que decorre de 21 a 27 de setembro no deserto de Merzouga.

Apoiado pelo Crédito Agrícola, o piloto foi forçado a uma paragem por um período de oito meses devido ao acidente sofrido enquanto disputava o Rali Dakar, regressou recentemente às provas internacionais, tendo alcançado o pódio no Serres Rally, jornada pontuável para a Taça Europeia FIM de Todo-o-Terreno.

Depois desta jornada que se disputou na Grécia, Mário Patrão também apoiado pela GRAB & GO, segue assim o seu plano de recuperação e internacionalização com a participação no Panafrica Rally, onde em 2018 conquistou o excelente segundo lugar.

Inscrito pela MOTOSPORT – Crédito Agrícola – BAHCO e participando na categoria M3, o piloto natural de Seia vai, aos comandos de uma KTM-450 Rally enfrentar as duras e exigentes pistas marroquinas com a máxima motivação, embora consciente da forte concorrência que o espera. Mostra-se confiante e com natural ambição para fazer muitos quilómetros em deserto, numa prova que promete ser bastante disputada, a julgar não só pelo número de inscritos, mas também pela qualidade dos pilotos, muitos deles com presenças frequentes no Dakar.

“Após o pódio no Serres Rally, já me encontro em Marrocos para disputar o Panafrica. O ano passado terminei a prova no pódio. Este ano a fasquia está ainda mais elevada, uma vez que as equipas de fábrica aproveitam também esta prova para testar/treinar nesta aventura africana. Estou mais focado que nunca, em conseguir aproveitar o máximo de quilómetros possíveis em competição, foram muitos meses a recuperar da lesão que sofri. Irão ser seis etapas desafiantes, com muitas Dunas, algum fesh à mistura e, claro, as típicas pistas marroquinas”, revela o piloto que recebe também apoio da BAHCO.

O Panafrica Rally compreende um percurso de 1500 km distribuídos por seis especiais em forma de boucle, uma delas maratona. Sábado, dia 21 de setembro, decorrem as verificações técnicas e administrativas. Desportivamente a prova arranca no domingo com um prólogo de 90 km. Boa sorte para o piloto do LUSÍADAS SAÚDE.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!