“Namorar com Fair Play” recebe jovens para combater violência no namoro

Rede Nacional de Voluntariado – “Namorar com Fair Play” abre inscrições para jovens voluntários/as para ações promotoras da prevenção da violência no namoro. Estudo indica que 67% dos jovens considera legitimo alguns tipos de violência.

0
“Namorar com Fair Play” recebe jovens para combater violência no namoro
“Namorar com Fair Play” recebe jovens para combater violência no namoro. Foto: TVEuropa

A Rede Nacional de Voluntariado – “Namorar com Fair Play”, uma campanha promovida pelo Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ), junto de escolas e associações juvenis, e que tem como objetivo desenvolver ações promotoras da prevenção da violência no namoro, abre inscrições para jovens voluntários/as.

A ação de voluntariado jovem é dirigida à população juvenil desde os 16 aos 30 anos, para incentivar, de forma lúdico-pedagógica, uma cidadania ativa e participativa, contribuindo para a promoção de relações de namoro saudáveis e igualitárias.

Os voluntários recebem formação para desenvolver ações, durante cerca de sete meses, em escolas, associações juvenis e outras entidades.

A ação de voluntariado jovem “Namorar com Fair Play” já envolveu centenas de voluntários, e envolveu ações em mais de 250 entidades, e desencadeou mais de 500 ações, tendo abrangido mais de 32 mil participantes.

Os dados do Estudo Nacional da Violência no Namoro 2019, da União de Mulheres Alternativa e Resposta (UMAR), demonstram a necessidade de agir para erradicar a violência no namoro. O estudo indica que 67% dos jovens inquiridos (num total de cerca de 5 mil jovens de todo o país) legitimam pelo menos um tipo de comportamento de violência, destacando-se:

violência por controlo com 27%;

violência por perseguição com 24%;

violência sexual com 24%;

violência através das redes sociais com 23%;

violência psicológica com 16%;

violência física com 9%.

Em face dos dados há necessidade de promover iniciativas no âmbito do Programa, especialmente direcionadas para a prevenção e para a promoção de medidas que contribuam para a mudança de comportamentos associados às relações de namoro.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!