Uso da bicicleta durante situação pandémica do coronavírus

Não se justifica usar um veículo por prazer ou para treinar fora de casa, refere o Ministério da Saúde italiano. Os atletas em treino para as olimpíadas ou competições nacionais e internacionais só podem treinar no interior de instalações desportivas.

0
Uso da bicicleta durante situação pandémica do coronavírus
Uso da bicicleta durante situação pandémica do coronavírus. Foto: © Rosa Pinto

Quando os números de infetados com coronavírus continua a subir para números nunca imaginados o Governo italiano voltou hoje a frisar que é preciso evitar sair de casa, e só o pode fazer por motivos de saúde ou por outras necessidades, como a compra dos bens indispensáveis. Mas terá de provar essa necessidade através de uma autocertificação ou autodeclararão.

O uso da bicicleta, em conformidade com a distância interpessoal de pelo menos um metro, está sujeito às medidas restritivas impostas. A lei limita o movimento de pessoas que entram e saem das zonas de residência, bem como dentro delas, exceto para movimentos motivados por necessidades comprovadas de trabalho ou situações de necessidade ou movimentos por razões de saúde.

O Ministério da Saúde italiano refere que não se justifica usar um veículo por prazer ou para treinar fora de casa ou além dos limites da zona de residência.

No caso de desportistas, profissionais ou não profissionais, reconhecidos pelo Comité Olímpico e pelas respetivas Federações, e que tenham em vista a participação nos Jogos Olímpicos ou em eventos nacionais ou internacionais, podem ser instalações desportivas de portas fechadas para sessões de treinamento.

Só é permitida a realização de eventos e competições desportivas organizadas por organismos desportivos internacionais, dentro de instalações desportivas usadas a portas fechadas ou ao ar livre sem a presença de público.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!