Vacina COVID-19 da AstraZeneca é eficaz contra a variante Delta (‘indiana’)

Estudos realizados no Reino Unido com base na recolha de dados do mundo real demonstram que a vacina COVID-19 da AstraZeneca é 92% eficaz contra hospitalizações motivadas por infeções pela variante Delta (‘indiana’).

0
Vacina COVID-19 da AstraZeneca é eficaz contra a variante Delta (‘indiana’)
Vacina COVID-19 da AstraZeneca é eficaz contra a variante Delta (‘indiana’). Foto: TVeuropa

Dados do Public Health England (PHE), do Reino Unido, indicam que duas doses da vacina COVID-19 da AstraZeneca são 92% eficazes contra a hospitalização devido à variante Delta (‘indiana’) e que não se verificou qualquer morte entre os vacinados. A vacina também mostrou um alto nível de eficácia contra a variante Alfa (‘inglesa’) com uma redução de 86% das hospitalizações e sem qualquer morte relatada.

Nos resultados do acompanhamento do PHE verifica-se que a eficácia da vacina contra a doença COVID-19 sintomática foi de 74% no caso da variante Alfa e 64% contra a variante Delta.

A maior eficácia contra doenças graves e hospitalização é apoiada por dados recentes que mostram uma forte resposta das células T à vacina COVID-19 da AstraZeneca, que deve correlacionar-se com uma proteção elevada e durável.

Mene Pangalos, vice-presidente executivo de Investigação e Desenvolvimento de Biofarmacêuticos, disse: “Esta evidência do mundo real mostra que a vacina COVID-19 da AstraZeneca oferece um alto nível de proteção contra a variante Delta, que atualmente é uma preocupação critica devido à sua rápida transmissão. Os dados mostram que a vacina continuará a ter um impacto significativo em todo o mundo, visto que continua a ser responsável pela esmagadora maioria das vacinas usadas na Índia e pela COVAX.”

A análise envolveu 14.019 casos da variante Delta, destes, 166 foram hospitalizados, entre 12 de abril e 4 de junho, com admissões hospitalares de emergência em Inglaterra. Esta análise da variante Delta é baseada num acompanhamento limitado após a segunda dose, o que pode impactar a estimativa de eficácia.

A variante Delta do coronavírus que causa a COVID-19 é uma das principais contribuintes para a atual onda de infeção no subcontinente indiano e em outros países. Recentemente, substituiu a variante Alfa como estirpe dominante na Escócia e é responsável por um aumento notável de casos no Reino Unido.

O Grupo Consultivo Estratégico de Especialistas em Imunização da OMS recomendou a Vacina COVID-19 da AstraZeneca em países onde as novas variantes, como a variante Delta são preocupantes e prevalentes.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!