Reino Unido vai aumentar armazenamento de energia renovável

Governo britânico altera legislação para impulsionar a construção de grandes baterias para armazenar a energia renovável de parques solares e eólicos em todo o Reino Unido. Triplicar o número de baterias e criar centenas de novos empregos.

0
Reino Unido vai aumentar armazenamento de energia renovável
Reino Unido vai aumentar armazenamento de energia renovável. Foto: © Rosa Pinto

O Governo do Reino Unido anunciou hoje que vai alterar a legislação para facilitar a construção de grandes baterias para armazenar energia renovável de parques solares e eólicos em todo o Reino Unido.

A facilitação de projetos de armazenamento de energia pode triplicar o número de baterias ligadas à rede elétrica. O Governo espera que sejam criadas células de armazenamento 5 vezes maiores do que as atualmente disponíveis.

O Governo lembra que o Reino Unido possui a maior capacidade instalada de energia eólica offshore do mundo, no entanto, como a disponibilidade e a velocidade do vento não são constantes, a energia pode, algumas vezes, ser produzida quando não é necessária e depois é perdida.

A decisão assumida hoje vai permitir a introdução de legislação secundária para remover barreiras a projetos de armazenamento acima de 50 MW, na Inglaterra, e de 350 MW, no País de Gales, o que vai permitir armazenar mais energia limpa e esta poder ser usada durante todo o ano.

O armazenamento de energia desempenhou um papel fundamental no equilíbrio do sistema elétrico do Reino Unido durante a queda de 20% na procura no período da pandemia de COVID-19, garantindo que o que foi produzido fosse usado com eficiência.

Para o Ministro da Energia, Kwasi Kwarteng, “a chave para capturar todo o valor das energias renováveis ​​é garantir que residências e empresas possam ser alimentadas por energia verde, mesmo quando o sol já não está a brilhar ou o vento parou de soprar”.

O ministro indicou que as baterias vão fazer parte da rede elétrica inteligente do Reino Unido e que em conjunto com outras tecnologias vão permitir economizar no sistema de energia até 40 mil milhões de libras até 2050.

E lembra, como exemplo, que o projeto de 50 MW, a ser construído em Trafford, poderá armazenar energia para abastecer 200 mil habitações, e que é possível o desenvolvimento de maiores capacidades.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!