Avenida de Moscavide é a artéria piloto de uma “smart city”

Município de Loures apresenta a nova Avenida de Moscavide, em Moscavide, como resultado do projeto europeu REMEDIO, um projeto “smart city” que transformou a avenida numa artéria tecnológica e com nova gestão de mobilidade.

0
Avenida de Moscavide é a artéria piloto de uma “smart city”
Avenida de Moscavide é a artéria piloto de uma “smart city”. Foto: © Rosa Pinto/arquivo

O Município de Loures apresenta a Avenida de Moscavide, em Moscavide, como resultado na participação no projeto REMEDIO. Uma área-piloto com uma extensão aproximada de 500 metros onde foram promovidas ações de regeneração do espaço público, gestão de tráfego e promoção do uso de bicicleta.

Assim, no âmbito da regeneração do espaço público foi feito um alargamento da calçada e instalado mobiliário de rua, foram criados espaços para cafés e esplanadas, o que vem permitir às pessoas desfruírem da rua nas suas várias vertentes – via de passagem e lazer.

A intervenção veio facilitar a revitalização de edifícios antigos, a reconstrução de edifícios abandonados e a mudança para da iluminação pública para iluminação LED para uma melhor gestão e poupança de energia.

Em termos de gestão de tráfego, foram reduzidas as faixas de rodagem, passando de duas para uma faixa, e na redução de velocidade para um máximo de 30 km/h bem como uma redução do número de espaços reservados a estacionamento automóvel, e ao mesmo tempo foi promovido o uso da bicicleta ao ser implementada uma ciclovia.

O projeto REMEDIO – Regenerating Mixed-use Med Urban Communities Congested by Traffic Through Innovative Low Carbon Mobility Solutions, que tem como objetivo reforçar a capacidade das cidades para usar sistemas de transportes menos poluentes e incluí-los nos seus planos de mobilidade, resultando num caminho operacional replicável por outras áreas urbanas com diferentes dimensões de cidade, inclui para além do a participação do Município de Loures mais sete parceiros, nomeadamente a ARPA Veneto, o Município de Treviso, a Universidade de Aristóteles de Tessalónica, o Instituto Superior Técnico, a Universidade de Sevilha, a Agência de Metropolitana de Desenvolvimento de Tessalónica e a cidade de Split. Com o dstgroup a suporta a implementação do projeto de smartcities na sua componente tecnológica através da solução Mosaic.

Este projeto “smart city” vai para além de uma obra de recuperação e melhoria de via pública, mas procura envolver a população, informá-la e ligá-la diretamente ao Município e respetivos decisores. No caso da Avenida de Moscavide vai também ser instalado um painel digital interativo com informação sobre escolhas de mobilidade.

O painel vai suportar o canal “A minha rua”, e estar ligado a um sensor de qualidade do ar e ruído, através de um sistema LoRaWAN e um BackOffice gerido por uma plataforma de IoT (Internet of Things – Internet das Coisas). Desta forma os habitantes da Avenida de Moscavide têm acesso a informação sobre parâmetros ambientais em tempo real, de fácil leitura.

Para incentivar os habitantes a usufruir do conteúdo de informação e facilidades do painel, é disponibilizado um hotspot de internet, e bancos, junto ao painel, dotados com tomadas elétricas para carregamento de equipamentos eletrónicos. Com todas estes meios pretende-se assim criar à volta do painel um espaço de lazer, tornando-o num marco diferenciador dentro da Avenida.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!