Bee Engineering reforça intervenção na Europa, Médio Oriente e África

Com serviços internacionais de tecnologia a representarem 10% da faturação em 2018, a Bee Engineering investe em recursos humanos e instalações para novo posicionamento internacional na área das Tecnologias de Informação e Comunicação.

0
Bee Engineering reforça intervenção na Europa, Médio Oriente e África
Bee Engineering reforça intervenção na Europa, Médio Oriente e África. Foto: DR

A Bee Engineering, consultora de Engenharia e Tecnologia, acaba de divulgar que vai reforçar, em 2019, o seu posicionamento internacional em Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC). O investimento em recursos nas TIC tem como objetivo duplicar o retorno financeiro em projetos no mercado da Europa, Médio Oriente e África e de Nearshore.

A consultora indicou que, em 2018, 10% da faturação proveio de serviços realizados para clientes e parceiros de França, Reino Unido e Irlanda em setores como Government, Governance, Mobile, FinTech e Logistics. Serviços que envolveram 60 colaboradores.

Em 2019, a equipa de desenvolvimento de negócio da Bee Engineering coordenada por Diogo Mendonça, como Operations Director, foi reforçada, “integrando novos gestores focados no crescimento internacional.”

Uma área que beneficia do forte investimento da consultora em Investigação e Desenvolvimento (I&D) e Training, do reforço efetuado no final de 2018, com novas instalações, passando agora a ter espaços dedicados em Portugal e na Holanda.

A consultora esclareceu que “o objetivo de duplicar o retorno financeiro da área internacional, em 2019, segue em paralelo com a meta de assegurar novos talentos nas geografias servidas e de chegar a novos setores de atividade como, com uma equipa experiente e capaz para desenvolver os negócios a nível tecnológico, processual e organizacional.”

A Bee Engineering, fundada em França em 2010 no âmbito de Engenharia, inaugura a atividade ao nível das TIC, em 2013, em Lisboa, diversificando serviços e alcance. Atualmente tem oito escritórios na Europa, sendo os de Lisboa, Porto e Amesterdão geridos a partir de Portugal.

Nos três escritórios opera uma equipa de 170 profissionais dedicados à Consultoria, Investigação e Desenvolvimento, Jogos e Gamificação, e Formação.

Diogo Mendonça, responsável pela expansão internacional, referiu: “É nossa ambição sermos o braço tecnológico de organizações de todas as dimensões e setores, independentemente da sua localização”, e acrescentou: “Este ano será de aposta no mercado da Europa, Médio Oriente e África. Queremos duplicar a faturação, beneficiando do investimento e reforço realizado em 2018”.

A Bee Engineering inaugurou recentemente uma nova sede em Lisboa com o objetivo de acelerar a expansão no ano de 2019, indicou a consultora. As instalações que incluem espaços individuais para as diferentes vertentes da oferta, unidades e departamentos, possui também áreas específicas para Nearshore e GameLAB.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!