Coronavírus: O perigo pode vir dos telemóveis

Telemóveis podem ser portadores de coronavírus. A recomendação de especialistas é que deve proceder à sua desinfeção várias vezes ao dia. Não usar o telemóvel antes de lavar cuidadosamente a mãos.

0
Coronavírus: O perigo pode vir dos telemóveis
Coronavírus: O perigo pode vir dos telemóveis. Foto: © Rosa Pinto

Desde o aparecimento do novo coronavírus as autoridades de saúde têm vindo a incentivar as pessoas a lavar as mãos. É conhecido que a lavagem das mãos e o distanciamento social são duas das medidas mais eficazes para reduzir a propagação do coronavírus e o número de pessoas com COVID-19.

Mas e se, depois de toda uma diligente lavagem das mãos, estiver constantemente a tocar no telemóvel? Algumas pessoas tocam no telemóvel centenas de vezes por dia. Em medicina os telemóveis são objetos que provavelmente transportam uma infeção de um lugar para outro, tal como um estetoscópio, é por isso que os médicos desinfetam a superfície do estetoscópio entre os pacientes. Esta forma de agir tem de ser usada por todos em relação aos telemóveis.

Bryant Adibe, vice-presidente do sistema de saúde da Rush University, lembra em artigo já publicado que sempre que qualquer pessoa entra numa uma área pública, como um transporte público ou um café, está submetido a inúmeros micróbios. Invariavelmente, a maioria das pessoas toca nos seus telefones e depois volta a tomar-lhe em casa, há mesa de jantar e até quando já está deitado no quarto.

À medida que o país toma medidas para combater a ameaça do coronavírus, não podemos esquecer o perigo que se esconde nos nossos próprios bolsos. Por isso Bryant Adibe recomenda “limpar o telefone pelo menos duas vezes por dia – uma vez no meio do dia no horário de pico e depois de voltar para casa durante a noite. No intervalo, lave as mãos antes de comer e não toque na boca ou nos olhos”.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!