Doença neurológica rara associada à COVID-19 em 21 países

Lesões na medula espinhal após contrair o coronavírus foram identificadas em pessoas em 21 países. Três pessoas apresentaram Mielite Transversa Aguda durante os testes da vacina contra a COVID-19 da AstraZeneca.

0
Doença neurológica rara associada à COVID-19 em 21 países
Doença neurológica rara associada à COVID-19 em 21 países

Investigadores continuam a estudar os impactos neurológicos do COVID-19, e uma colaboração internacional do Houston Methodist Hospital, Texas, EUA, documentou uma ocorrência inesperadamente frequente de Mielite Transversa Aguda – inflamação da medula espinhal – em 43 pacientes com COVID-19.

Um estudo da literatura científica existente, liderado pelo neurologista Metodista de Houston Hospital, Gustavo Roman, descobriu que pacientes de 21 países desenvolveram lesões na medula espinhal após contrair o coronavírus.

Os sintomas incluíram paralisia e disfunção esfincteriana / intestinal. As idades dos pacientes variaram de 21 a 73 e incluíram cerca 50% de pacientes de ambos os sexos. A Mielite Transversa Aguda, uma condição neurológica rara, afeta entre 1,34 e 4,6 casos por milhão por ano, e os investigadores acreditam que a taxa incomum elevada em pacientes pós-COVID-19 merece investigação adicional.

O estudo publicado em “Frontiers in Immunology” descreve que três casos de Mielite Transversa Aguda foram relatados durante os testes da vacina contra a COVID-19 da AstraZeneca.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!