Exercício ilegal da podologia está a colocar em perigo a saúde pública

Associação Portuguesa de Podologia alerta que não está a ser cumprida a Lei no exercido da profissão de podologista. Por ocasião do Dia do Podologista, 8 de julho, indica que a falta de regulação e supervisão por parte do Estado está a colocar em causa a saúde pública.

0
Manuel Portela, podologista e presidente da Associação Portuguesa de Podologia
Manuel Portela, podologista e presidente da Associação Portuguesa de Podologia. Foto: DR

A Associação Portuguesa de Podologia (APP) alerta que não está a ser cumprida a Lei que regula o exercício da podologia, e que a falta de regulamentação está a colocar em perigo a saúde pública. O alerta é feito no momento em que se assinala o Dia do Podologista, a 8 de julho.

“Alertamos para a necessidade de cumprimento da lei de forma a salvaguardar os superiores interesses públicos dos utentes e que as regras legais a que os profissionais estão obrigados sejam cumpridas e que a prática ilegal da profissão seja sancionada” denunciou Manuel Portela, presidente da APP.

Atualmente a podologia e os podologistas são reconhecidos e regulamentados pela Lei 65/2014, de 28 de agosto, com reconhecimento de competências de diagnóstico e tratamento das doenças dos pés, mas os organismos competentes não regulam e não fiscalizam o exercício ilegal da profissão e os locais de prática da podologia, indicou a APP em comunicado.

O presidente da APP referiu: “A Lei que regulamenta a podologia em Portugal estabelece as condições para o acesso à profissão e os locais de exercício profissional, no entanto verifica-se uma falta de regulação e supervisão, da responsabilidade do estado, que colocam em causa a saúde pública da população”.

A podologia

A podologia é a mais recente profissão das ciências da saúde em Portugal, reconhecida no país pela Lei 65/2014, que atribui competências de diagnóstico e tratamento das doenças dos pés que, até agora, estavam apenas ao alcance de algumas especialidades médicas. O domínio das funções do pé, da patologia, diagnóstico e tratamento individualizado, realizado por profissionais de saúde altamente especializados, é uma mais-valia para o doente e uma segurança para a saúde pública.

A intervenção dos podologistas passa pela investigação, estudo, prevenção, diagnóstico e tratamento das doenças dos pés. A abrangência de formação destes profissionais permite-lhes intervir ao nível clínico, participar em projetos de investigação nos sectores do têxtil e calçado, indústria farmacêutica e na área da saúde.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!