Novo eletrocardiógrafo pessoal que pode salvar vidas

Pré-diagnóstico cardiovascular em menos de um minuto. O novo eletrocardiógrafo desenvolvido por investigadores da Universidade Politécnica da Catalunha, e já patenteado, requer apenas o contacto das mãos ou dos pés.

0
1
Partilhas
Eletrocardiógrafo patenteado pela UPC
Eletrocardiógrafo patenteado pela UPC

De acordo com a Organização Mundial da Saúde as doenças cardiovasculares foram, em 2012, responsáveis pela morte de três em cada dez pessoas em todo o mundo.

Muitas das mortes devidas a causas cardiovasculares poderiam ter sido evitadas através de um diagnóstico precoce. O diagnóstico cardiovascular é complexo e tem custos que estão fora do alcance da maioria da população, indica a Universidade Politécnica da Catalunha (UPC), em Espanha.

Um eletrocardiógrafo desenvolvido, e já patenteado, por investigadores do grupo de investigação de Instrumentação, Sensores e Interfaces (ISI) da UPC, liderados por Ramon Pallàs, permite obter um pré-diagnóstico cardiovascular, com resultados mais exatos do que os atuais sistemas em menos de 60 segundos e comunicar a informação ao serviço de saúde de qualquer lugar onde haja cobertura de comunicações móveis.

O sistema de vigilância do coração, denominado CardioSense, deteta o eletrocardiograma, ou seja, o sinal convencional que descreve a atividade elétrica do coração e a pulsação arterial que está relacionada com a elasticidade das artérias, a partir do contacto com as mãos ou os pés, através de dois pares de sensores metálicos.

Os sensores podem ser colocados nas costas do telemóvel, tablettes, braceletes de relógio, ou em outros dispositivos de tecnologia sem fios.

O novo eletrocardiógrafo pode ser incorporado noutros equipamentos que usam sensores similares, tais como os analisadores de massa corporal que fazem a medição segurando os eletrodos, um em cada mão, ou que estão incorporados em balanças, neste último caso, o método é válido também para medidas através dos pés, o que permite aplica-lo em balanças de farmácias.

Eletrocardiógrafo pioneiro na análise da mecânica do coração

Atualmente existem no mercado pequenos eletrocardiógrafos que permitem obter eletrocardiogramas a partir das mãos e que podem ser usados comodamente em casa, donde é transmitido o sinal a um centro de controlo. Isto permite a monitorização pós-operatória de pacientes ou seguir durante um período pessoas com elevado risco de vir a sofrer um acidente cardiovascular.

O eletrocardiógrafo patenteado pela UPC é diferenciado dos existentes porque, além do sinal elétrico, proporcionar informação sobre a função mecânica do coração e das principais artérias, como a pulsação arterial. Permitindo obter um bom indicador da contração e expansão do coração e da elasticidade das artérias.

Eletrocardiógrafo patenteado pela UPC
Eletrocardiógrafo patenteado pela UPC. Foto: © DR

Para a UPC o CardioSense tem a vantagem de poder ser utilizado sem recurso a pessoal auxiliar, sem necessidade de aplicar gel ou creme e sem a necessidade de contactos com o tórax ou com qualquer outra parte do corpo que não sejam as mãos ou os pés. O diagnóstico pode ser comunicado aos especialistas médicos a partir de qualquer lugar com cobertura de comunicações móveis.

A UPC indicou que um protótipo de laboratório do CardioSense foi testado por 15 voluntários para demonstrar a eficácia. “O sistema já se encontra com registo de patente em Espanha, nos Estados Unidos e na China, e foi solicitado registo de patente na Europa, Japão, Coreia e na India”, referiu a UPC, e que “está a ser preparada uma validação pré-clínica com diversas entidades de saúde.”

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

wpDiscuz