Reino Unido suspende uso de hidroxicloroquina em doentes COVID-19

Uso de hidroxicloroquina e cloroquina no tratamento e prevenção da COVID é suspendo no Reino Unido. Estudo concluiu que os medicamentos não beneficiam os pacientes hospitalizados com COVID-19.

0
Reino Unido suspende uso de hidroxicloroquina em doentes COVID-19
Reino Unido suspende uso de hidroxicloroquina em doentes COVID-19 . Foto: © Rosa Pinto

A Agência Reguladora de Medicamentos e Produtos para Saúde (MHRA, sigla em inglês) do Reino Unido instruiu os médicos para não usarem a hidroxicloroquina no tratamento ou prevenção da infeção pelo novo coronavírus (COVID-19), determinando a suspensão do recrutamento de novos participantes para ensaios clínicos.

Isso significa que nenhum novo participante será recrutado para os ensaios clínicos com hidroxicloroquina até haver dados adicionais que justifiquem a sua continuação e que medidas de segurança adicionais sejam implementadas.

A decisão da Agência segue as preocupações que têm surgido sobre o uso da hidroxicloroquina na COVID-19 e leva em consideração os resultados de dois estudos diferentes, incluindo o estudo RECOVERY do Reino Unido, que forneceu evidências convincentes de que não há benefício significativo para a diminuição da mortalidade em pacientes hospitalizados com COVID-19.

June Raine, responsável da MHRA, referiu: “ Comunicamos às pessoas que estão a conduzir ensaios clínicos com hidroxicloroquina para tratar ou prevenir a COVID-19 para suspenderem o recrutamento de pacientes para os ensaios”.

De lembrar que nem a hidroxicloroquina nem a cloroquina estão autorizadas para tratar sintomas relacionados com a COVID-19 ou para prevenir infeções.

Mas é importante observar que os pacientes que tomam hidroxicloroquina e cloroquina para tratar outras condições de saúde podem continuar a fazê-lo, conforme as recomendações do médico que o acompanha, pois o equilíbrio de benefícios e riscos permanece favorável no caso dos usos que estão autorizados.

Hidroxicloroquina e cloroquina no Reino Unido

A hidroxicloroquina e a cloroquina estão autorizados no Reino Unido para tratar diferentes condições de saúde, como: malária; artrite reumatóide; lúpus; hepatite amebiana e abscesso e certas condições dermatológicas. Estes medicamentos só devem ser tomados quando são prescritos por um médico e fornecidos por ou sob a supervisão de um farmacêutico nas farmácias registadas.

Os pacientes ou profissionais de saúde podem relatar quaisquer efeitos colaterais suspeitos da hidroxicloroquina ou cloroquina tomados por pacientes com COVID-19.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!