Tecnologias de jogos ajudam comunicação de doentes com cancro

Apps e jogos eletrónicos podem ser usados para melhorar a comunicação entre doentes com cancro e médicos e enfermeiros. O estudo internacional é liderado pela Universidade de Lancaster.

0
Tecnologias de jogos ajudam comunicação de doentes com cancro
Tecnologias de jogos ajudam comunicação de doentes com cancro. Foto: DR

“MyPal: Promovendo Cuidados Paliativos de Adultos e Crianças com Cancro por meio de Sistemas Avançados de Resultados Relatados por Pacientes”, é um projeto que estuda o uso de apps e jogos eletrónicos criados e adaptados especificamente às necessidades pessoais dos pacientes com cancro.

O projeto liderado pela Universidade de Lancaster e que envolve 16 parceiros internacionais é financiado pelo Horizonte 2020 da União Europeia em 4 milhões de euros para usar a tecnologia de jogos para melhorar a comunicação de adultos e crianças com cancro.

“A comunicação é muitas vezes o aspeto que os pacientes classificam como o pior. Descobrimos que os pacientes muitas vezes estão satisfeitos com o atendimento clínico que recebem, mas têm preocupações sobre a melhor maneira de comunicar suas necessidades com seus médicos e enfermeiros”, referiu Sheila Payne, investigadora do Observatório Internacional de Cuidados de Fim de Vida da Universidade de Lancaster.

A especialista acrescentou: “Os novos aplicativos e jogos vão conter uma lista de sintomas e preocupações comuns para que os pacientes possam explicar facilmente como se sentem. Isso dará espaço para falarem sobre o que é importante neste momento, que pode ser diferente do que os médicos consideram importante”, e, “isso ajudará os médicos e enfermeiros a fornecer cuidados centrados no paciente individual.”

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!