Vacina COVID-19 não estará disponível antes do outono de 2021

Investigadores em vacinologia acreditam que a vacina contra a COVID-19 não vai estar disponível antes de outubro de 2021, e como cenários haver alertas de reações adversas graves ou potencialmente fatais ou resultados nulos ou negativos em eficácia.

0
Vacina COVID-19 não estará disponível antes do outono de 2021
Vacina COVID-19 não estará disponível antes do outono de 2021

Especialistas que trabalham na área de desenvolvimento de vacinas acreditam que uma vacina eficaz contra a COVID-19 provavelmente não deverá estar disponível, para o público em geral, antes do outono de 2021. As conclusões são de um estudo publicado no “Journal of General Internal Medicine”, que envolveu a colaboração de 28 especialistas que trabalham em vacinologia.

A Investigação foi realizada no final de junho de 2020 e a maioria dos entrevistados eram na sua maioria académicos do Canadá e dos Estados Unidos, com uma média de 25 anos de experiência de trabalho em vacinologia.

“Os especialistas ofereceram previsões sobre o desenvolvimento de vacinas que geralmente eram menos otimistas do que o cronograma do início de 2021 oferecido pelos funcionários públicos dos EUA. Em geral, eles parecem acreditar que uma vacina publicamente disponível no próximo verão é o melhor cenário, com a possibilidade de demore até 2022”, referiu Jonathan Kimmelman, professor e diretor da Unidade de Ética Biomédica da Universidade McGill e autor sénior do artigo.

Muitos especialistas também acreditam que pode haver alguns falsos começos antes que uma vacina eficaz estar disponível. “Os especialistas que entrevistamos acreditam que há a possibilidade de 1 em 3 da vacina receber um rótulo de alerta de segurança após a aprovação, e a possibilidade de 4 em 10 do primeiro grande estudo de campo não relatar a eficácia” desejada, acrescentou Patrick Kane, cientista da Universidade McGill e autor do estudo.

Previsão de cronogramas para o desenvolvimento de vacinas

Para o estudo os especialistas foram solicitados a fazer previsões cronológicas para três marcos no desenvolvimento de vacinas, que se traduziu sobre suas melhores, mais rápidas e mais recentes estimativas para quando cada um dos seguintes marcos ocorreria:

Pergunta – Quando estará disponível uma vacina COVID-19 para o público em geral nos EUA e / ou Canadá?

Melhor estimativa de respostas (média):

mais provável em setembro / outubro de 2021

mais cedo em junho de 2021

mais tarde em julho de 2022

Pergunta – Quando um estudo de campo com pelo menos 5000 participantes relatará os resultados?

Melhor estimativa de respostas (média):

mais provável em março de 2021

mais cedo em dezembro de 2020

mais tarde em julho de 2021

Pergunta – quando estará disponível uma vacina para aqueles com maior risco do vírus nos EUA e / ou Canadá?

Melhor estimativa de respostas (média)

mais provável em março / abril de 2021

mais cedo em fevereiro de 2021

mais tarde em dezembro de 2021

Os investigadores acreditam que esse tipo de abordagem, em que as pessoas são solicitadas a sugerir uma gama de respostas, fornece um quadro mais completo da gama de crenças de especialistas do que citações de indivíduos na comunicação social.

Probabilidade de contratempos

O estudo também mostrou que cerca de 1/3 dos especialistas acreditam que o desenvolvimento da vacina provavelmente enfrentará os seguintes contratempos:

que a primeira vacina amplamente implantada nos EUA e / ou Canadá receberá um alerta do FDA para destacar reações adversas graves ou potencialmente fatais;

que o primeiro grande ensaio de campo nos EUA e / ou Canadá relatará um resultado nulo ou negativo em termos de eficácia.

“Nosso estudo descobriu que os especialistas concordam amplamente sobre o cronograma para uma vacina contra SARS-CoV-2”, referiu Stephen Broomell, professor associado do Dietrich College of Humanities and Social Sciences, da Carnegie Mellon University. “Embora isso não corresponda a muitas projeções governamentais excessivamente otimistas, reflete a crença de que os investigadores estão de facto num ritmo mais rápido de desenvolvimento em comparação com as vacinas anteriores.”

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!