Viagem pela Ucrânia com artistas e público de Leiria

Orfeão de Leiria promoveu o espetáculo “Trigo, a tradição da Terra” no âmbito do projeto “ Abraç’Artes – Interculturalidade”. Música e dança encheram de azul e amarelo a Igreja da Misericórdia que levaram em viagem pela Ucrânia artistas e público.

0
Viagem pela Ucrânia com artistas e público de Leiria
Viagem pela Ucrânia com artistas e público de Leiria. Foto: DR

Os ucranianos em Portugal são hoje uma comunidade integrada por todo o território nacional, famílias que se vêm constituindo, quer pela vinda da Ucrânia de outros familiares, mas sobretudo pelo nascimento de crianças de mães ou pais de origem ucraniana.

A mistura de culturas é hoje cada vez mais um fenómeno em Portugal, que no entender de muitos enriquece o país. Com o projeto “Abraç’Artes – Interculturalidade”, o Orfeão de Leiria Conservatório de Artes (OLCA) promoveu no dia 2 de março, em Leiria, o espetáculo “Trigo, a tradição da Terra”.

O espetáculo deu a conhecer a Ucrânia, “um país onde o artesanato, a música e as danças tradicionais refletem a proximidade do seu povo com a natureza”. Neste espetáculo “as músicas e danças pintaram a antiga Igreja da Misericórdia de azul e amarelo para levar os leirienses numa viagem pela cultura ucraniana, e que envolveu “como guias os professores e alunos do OLCA, e as famílias da comunidade ucraniana radicada em Leiria”. Um momento em que se deu uma verdadeira “inclusão pela arte.”

Viagem pela Ucrânia com artistas e público de Leiria
Viagem pela Ucrânia com artistas e público de Leiria. Foto: DR

Numa cenografia que partiu “das cores da bandeira ucraniana, onde o amarelo faz alusão ao trigo das estepes regionais e o azul remete para o céu deste país”, os participantes artistas e público viajaram nela cultura que é história de um país rico do seu passado. Um espetáculo no âmbito do ciclo Concertos com História, e integrada no projeto “Abraç’Artes – Interculturalidade”.

“Entre odes e danças dedicadas às paisagens e costumes ucranianos, celebrando a água, as montanhas, o trigo e o povo”, a igreja da Misericórdia, que já foi sinagoga cumpriu a “tradição multirreligiosa” e de verdadeiro Centro de Diálogo Intercultural, ao acolher o quinteto Grupo Espiritual da Igreja Ortodoxa, composto por pais dos alunos ucranianos do OLCA.

A bandura, um instrumento musical típico da Ucrânia, esteve em destaque no espetáculo onde o piano foi o elemento comum aos vários momentos musicais. A bandura imprimiu “o ritmo folclórico que exigiam danças como a “podolynochka” e a “gotsulyskyi”, também apresentadas, além de guarnecer o momento final do espetáculo, em que um poema musicado celebrou a proximidade entre Ucrânia e Portugal.”

Viagem pela Ucrânia com artistas e público de Leiria
Viagem pela Ucrânia com artistas e público de Leiria. Foto: DR

Acácio de Sousa, presidente do OLCA, citado em comunicado, salientou que “iniciativas como esta são uma aposta ganha, pela real promoção da partilha intercultural entre países como forma de inclusão de comunidades estrangeiras a residir na nossa cidade, mas também noutros pontos do país, de onde vieram convidados como o bispo ortodoxo do Porto e representantes da Comunidade Ucraniana desta cidade”. O presidente afirmou ainda que “o Orfeão de Leiria está muito honrado pela disponibilidade e envolvimento da comunidade ucraniana neste espectáculo, que se revelou um verdadeiro sucesso”.

OLCA pretende com projeto “Abraç’Artes – Interculturalidade”, integrado no programa “Incluir com Arte” “promover a cooperação e o convívio intercultural através da música e da dança entre alunos de diferentes nacionalidades, assim como o reconhecimento e valorização da diversidade cultural como fonte de oportunidade e aprendizagem para todos”.

Para além do espetáculo “Trigo, a tradição da Terra”, que decorreu no dia 2 de março, o OLCA já realizou no ciclo Concertos com História a “Maslenitsa, a despedida do inverno”, que envolveu a participação de pais e crianças da comunidade russa de Leiria.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!