Bebida de cacau protege sistema cardiovascular no momento de stress

Eventos cardiovasculares, como hemorragias, doenças cardíacas e tromboses, induzidos por stress podem ser diminuídos com consumo de bebida de cacau rica em flavonoides. Investigação mostra os efeitos dos flavonoides na função vascular.

0
Bebida de cacau protege sistema cardiovascular no momento de stress
Bebida de cacau protege sistema cardiovascular no momento de stress. Foto: © Rosa Pinto

O aumento do consumo de flavonoides – um grupo de moléculas que existem naturalmente em frutas e vegetais – pode proteger as pessoas de eventos cardiovasculares induzidos por stress, como hemorragias, doenças cardíacas e trombose, conclui novo estudo de investigação.

Os investigadores descobriram que os vasos sanguíneos são capazes de funcionar melhor durante o stress quando as pessoas tomavam uma bebida de cacau com altos níveis de flavonoides do que quando bebiam uma bebida mas sem ser rica em com flavonoides.

O endotélio – uma fina membrana de células que reveste o coração e os vasos sanguíneos – ajuda a reduzir o risco de doença vascular periférica, acidente vascular cerebral, doença cardíaca, diabetes, insuficiência renal, crescimento de tumores, trombose e doenças infeciosas virais graves. Os cientistas sabem que o stress pode ter um efeito negativo na função dos vasos sanguíneos.

Uma equipa de investigação da Universidade de Birmingham, no Reino Unido, examinou os efeitos dos flavonoides do cacau nas alterações induzidas pelo stress na função vascular. Os resultados da investigação já foram publicados na “Nutrients”.

Catarina Rendeiro, da Escola de Desportos, Exercício e Ciências da Reabilitação da Universidade de Birmingham, e autora principal do estudo, explica: “Descobrimos que beber cacau rico em flavonoides pode ser uma estratégia alimentar eficaz para reduzir deficiências temporárias na função endotelial após stress mental e também melhoram o fluxo sanguíneo durante episódios de stress”.

“Os flavonoides são extremamente comuns numa ampla variedade de frutas e vegetais. Para utilizar os benefícios cardiovasculares conhecidos desses compostos durante os períodos de vulnerabilidade vascular aguda (como stress), podemos oferecer orientação melhorada às pessoas sobre como aproveitar ao máximo a sua escolha de dieta alimentar durante períodos de stress.”

Num estudo randomizado, conduzido pela investigadora doutoranda Rosalind Baynham, um grupo de homens saudáveis recebeu uma bebida de cacau rica em flavonoides 90 minutos antes de completar uma tarefa de stress mental de oito minutos.

Os investigadores mediram o fluxo sanguíneo do antebraço e a atividade cardiovascular em repouso e durante o stress e avaliaram o funcionamento dos vasos sanguíneos até 90 minutos após o stress e descobriram que a função dos vasos sanguíneos era menos prejudicada quando os participantes bebiam cacau com alto teor de flavonoides. Os investigadores também descobriram que os flavonoides melhoram o fluxo sanguíneo durante o stress.

O stress é altamente prevalente na nossa sociedade e tem sido associado à saúde física e psicológica. O stress mental induz aumentos imediatos na frequência cardíaca e na pressão arterial (PA) em adultos saudáveis ​​e também resulta em deficiências temporárias na função das artérias, mesmo após o episódio de stress ter cessado.

Foi demonstrado que episódios únicos de stress aumentam o risco de eventos cardiovasculares agudos e o impacto do stress nos vasos sanguíneos pode contribuir para eventos cardiovasculares induzidos pelo stress. Investigações anteriores de Jet Veldhuijzen van Zanten, coinvestigador deste recente estudo, mostraram que pessoas com risco de doença cardiovascular apresentam respostas vasculares mais fracas ao stress agudo.

“As nossas descobertas são significativas para a dieta diária, visto que a dosagem diária administrada pode ser alcançada consumindo uma variedade de alimentos ricos em flavonoides – particularmente maçãs, uvas pretas, amoras, cerejas, framboesas, peras, leguminosas, chá verde e cacau não processado. Isso tem implicações importantes nas medidas de proteção dos vasos sanguíneos dos indivíduos mais vulneráveis ​​aos efeitos do stress mental ”, concluiu a investigadora Catarina Rendeiro.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!