Comissão Europeia autoriza 45 M€ para revitalizar zonas de incêndios

Comissão Europeia autoriza 45 milhões de euros do Programa Regional da Política de Coesão para reconstrução das zonas afetadas pelos incêndios, em Portugal. 25 milhões são destinados a empresas e 20 milhões aos serviços públicos.

0
1
Partilhas
Combate a incêndios. Foto: UE

Desde 12 de agosto, depois do pedido de Portugal à Comissão Europeia para que fosse ativado, pela segunda vez este ano, o Mecanismo Europeu de Proteção Civil, mais de 160 bombeiros, 27 veículos e 4 aeronaves, oriundos Espanha operam em Portugal através do Centro de Coordenação de Emergência da Comissão Europeia.

A Comissão Europeia aprovou hoje a mudança do Programa Regional da Política de Coesão para que 45 milhões de euros possam ser usados para lidar com as consequências da catástrofe dos incêndios, que desde junho tem vindo a afetar, sobretudo a zona centro do país.

Corina Creţu, comissária europeia para a política regional, referiu que “a reorientação dos fundos ajudará a Região Centro a retomar o seu curso normal e ajudará os portugueses a virar a página deste capítulo doloroso.”

A comissária acrescentou que expressa uma “sincera solidariedade para com os portugueses, numa altura em que os incêndios florestais continuam a devastar o país”, e ainda manifestou uma “profunda gratidão àqueles que, em Portugal e no resto da Europa, lutam incansavelmente contra as chamas”.

Dos 45 milhões de euros libertados do Programa Regional da Política de Coesão, 25 milhões de euros são para serem usados na reposição da capacidade de produção das empresas locais, incluindo equipamentos e máquinas que tenham sido destruídas pelos incêndios, e 20 milhões de euros são para serem investidos em serviços públicos e no restabelecimento das infraestruturas críticas como reparações das estradas, restabelecimento dos sistemas de distribuição de água ou substituição de veículos de transporte municipais.

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

wpDiscuz