Grande poeta ucraniano Taras Shevchenko tem monumento em Lisboa

Taras Shevchenko, o mais importante poeta e humanista ucraniano, já possui monumento em Lisboa. O busto do mais famoso ucraniano de todos os tempos é da autoria do escultor português Helder de Carvalho.

0
Grande poeta ucraniano Taras Shevchenko tem monumento em Lisboa
Grande poeta ucraniano Taras Shevchenko tem monumento em Lisboa. Foto: © Rosa Pinto

No ano em que o povo ucraniano comemora os 205 anos de aniversário do nascimento do seu grande poeta Taras Shevchenko é inaugurado na Praça de Itália, Lisboa, um monumento com o busto do poeta. Na cerimónia, que decorreu a 14 de setembro, esteve presente a vereadora da Cultura e das Relações Internacionais da Camara Municipal de Lisboa (CML), Catarina Vaz Pinto e a Embaixadora da Ucrânia, em Lisboa, Ohnivets Inna Vasylivna.

Taras Shevchenko é considerado o mais importante poeta ucraniano de todos os tempos em se destaca a sua grande obra poética “Kobzar”. Taras Shevchenko foi também pintor, desenhador, artista, pensador e humanista, um visionário de uma Ucrânia moderna.

Considerado o mais ilustre dos ucranianos Taras Shevchenko tem inspirado ao longo do tempo o povo ucraniano na procura pela democracia e pelo progresso. Os seus poemas mantêm-se atuais, sendo muitas vezes citados, lidos ou declamados em momentos em que a liberdade e a justiça parece estarem em perigo.

O monumento a Taras Shevchenko, em Lisboa, da autoria do escultor português Helder de Carvalho, junta-se aos 128 existentes fora da Ucrânia, em 35 países.

Em Portugal o monumento era há muito desejado pela vasta comunidade de ucranianos residentes no país, no entanto, o processo demorou 8 anos a ser concretizado, desde a atribuição pela CML do local de implantação, passando pelo desenvolvimento de um concurso para a criação da obra e a atribuição, a 23 de março de 2019, ao escultor Hélder de Carvalho para a construção do monumento com o busto do poeta.

Taras Shevchenko, que viveu de 1814 a 1861, teve uma vida curta e difícil, pois dos 47 anos de vida 24 anos foram passados em escravidão e 10 no exílio, mas a sua obra perdura no tempo e encontra-se interiorizada em cada um dos ucranianos nas suas vontades e determinações. Um símbolo que se confunde com a própria nação ucraniana.

“Lutai! Combatei! Deus ajuda-vos! Convosco está a verdade, a glória e a sagrada liberdade”, o hino Kobzar, que o povo ucraniano tem como tesouro espiritual nacional. Para os ucranianos o Kobzar de Shevchenko mantém-se junto do pão, com as canções a serem bordadas em toalhas.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!