Melhorar a capacidade pulmonar antes e depois de infeção COVID-19

Sobreviver à COVID-19 quando internado no hospital pode ser apenas uma parte da batalha. Terapeutas respiratórios do Hospital Cedars-Sinai indicam que o caminho da recuperação é longo e com obstáculos e por isso indicam algumas técnicas a serem usadas.

0
Melhorar a capacidade pulmonar antes e depois de infeção COVID-19
Melhorar a capacidade pulmonar antes e depois de infeção COVID-19. Foto: TVEuropa

Muitos pacientes internados no hospital com a COVID-19 que sobrevivem têm apenas vencida parte da batalha, pois depois de regressarem a casa têm pela frente a outra parte da batalha da recuperação. Um caminho muitas vezes longo que inclui a recuperação da capacidade pulmonar e da saúde respiratória em geral.

Terapeutas respiratórios do Hospital Cedars-Sinai descrevem os obstáculos que enfrentam os pacientes internados quando se trata de saúde pulmonar e indicam algumas técnicas a serem usadas para melhorar a saúde respiratória geral.

Pacientes de COVID-19 com difícil recuperação

“Os pacientes com COVID-19 tendem a ficar mais doentes por muito mais tempo do que outros pacientes com doenças respiratórias e, em média, ficam no ventilador durante um período mais longo”, referiu Dagoberto Naranjo, terapeuta respiratório do Departamento de Terapia Respiratória, no Hospital Cedars-Sinai.

Estes pacientes ventilados também demoram mais tempo a reagir ou a beneficiar dos esforços de oxigenação, esclareceu o terapeuta.

“Quando os pacientes são intubados durante longos períodos, geralmente é porque eles têm condições médicas de acompanhamento ou subjacentes”, referiu Dagoberto Naranjo, e acrescentou: “Pacientes saudáveis ​​geralmente são intubados apenas para evitar que exijam altos níveis de oxigénio. Este vírus provou ser único, exigindo técnicas e tratamentos diferentes dos padrões tradicionais de atendimento”.

Devido aos altos níveis de oxigénio que estes pacientes necessitam, juntamente com o tempo em que dependem da ventilação, o caminho para uma recuperação completa após a saída do hospital pode ser longo para alguns pacientes.

“Embora a maioria dos pacientes recupere sem efeitos a longo prazo, alguns pacientes apresentam sintomas persistentes após alta hospitalar”, referiu Christina Rogers, terapeuta respiratória do Departamento de Terapia Respiratória. “Esses sintomas incluem dificuldade em respirar, fadiga e fraqueza e uma capacidade limitada de participar de atividade física regular”.

Técnicas para recuperar capacidade pulmonar

Para combater esses sintomas, Christina Rogers e Dagoberto Naranjo sugerem que os pacientes sejam enviados para casa com um espirómetro de incentivo, que mede a profundidade com que um indivíduo pode respirar e ajuda a incentivar respirações lentas e profundas para aumentar a capacidade pulmonar.

Para Christina Rogers “esta ferramenta também pode ajudar a prevenir problemas pulmonares secundários, como pneumonia”.

Os terapeutas também recomendam que os pacientes se concentrem na nutrição para aumentar os níveis de energia e, se considerados adequados por um médico, incorporem exercícios leves, como caminhadas, nas suas rotinas diárias.

Para pessoas saudáveis ​​sem COVID-19, os terapeutas consideram que nunca é uma má ideia aumentar a capacidade pulmonar geral e melhorar a saúde respiratória geral. “Não subestime a prática da respiração profunda simples”, referiu Christina Rogers.

“A maioria das pessoas usa apenas uma pequena parte de sua capacidade pulmonar. Ao aumentar o comprimento de suas inspirações e expirações, pode aumentar sua capacidade pulmonar e fortalecer sua respiração, o que melhora a troca de oxigénio e dióxido de carbono, melhorando finalmente a capacidade pulmonar”.

Exercícios cardiovasculares

Os exercícios cardiovasculares também são recomendados para melhorar a saúde respiratória, e como referiu Dagoberto Naranjo, “para melhorar a capacidade pulmonar, os exercícios aeróbicos, como andar de bicicleta, pular à corda, ou correr, podem causar um grande impacto”, e concluiu: “No entanto, todo paciente – incluindo indivíduos saudáveis ​​sem COVID-19 – devem consultar um médico para garantir que suas limitações físicas não sejam levadas ao extremo”.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!