Portugal e Brasil levam cursos de língua portuguesa às Nações Unidas

Reunião entre Ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, e Ministro das Relações Exteriores do Brasil, Aloysio Nunes Ferreira, realizada, hoje, em Lisboa, permitiu debater a cooperação, língua portuguesa, situação na Venezuela e Mercosul.

0
Ministro das Relações Exteriores do Brasil, Aloysio Nunes Ferreira e Ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva.
Ministro das Relações Exteriores do Brasil, Aloysio Nunes Ferreira e Ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva. Foto: TVEuropa

O Ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, recebeu, hoje, o Ministro das Relações Exteriores do Brasil, Aloysio Nunes Ferreira, de visita a Portugal, em reunião no Palácio das Necessidades, em Lisboa. Os dois Ministros debateram as relações bilaterais políticas, económicas, sociais e culturais, e aspetos relacionados com a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CLPL), bem como a situação na Venezuela e as relações Brasil-Mercosul.

No final da reunião, Augusto Santos Silva destacou a importância crescente da colaboração entre o Instituto Camões e a rede Brasil na promoção, em conjunto, da língua portuguesa. E indicou que “ainda este ano se iniciarão cursos de português na Escola das Nações Unidas, em Nova Iorque, por iniciativa conjunta de Brasil e de Portugal.”

Cooperação no domínio da indústria aeronáutica

O Ministro português indicou que debateu como o homologo brasileiro “as relações comerciais entre os dois países”, que indicou estarem a crescer, e lembrou “os projetos conjuntos no domínio industrial” com destaque para “o projeto relativo ao avião militar de transporte o KC390”.

Sobre o projeto KC390 o Ministro acrescentou: “É um projeto que começou por iniciativa dos Ministérios da Defesa dos dois países e que tem permitido a Portugal ir construindo um verdadeiro cluster aeronáutico com, evidentemente, a indispensável participação do Brasil que é uma potência mundial nesta indústria.”

A situação na Venezuela

Augusto santos Silva indicou que a reunião permitiu passar “em revista temas da realidade internacional que dizem muito aos dois países”, como o caso particular do “que está a suceder na Venezuela e os interesses do Brasil como país vizinho e amigo da Venezuela e de Portugal, como país não vizinho, mas com uma grande comunidade residente na Venezuela e um país que se considera também amigo da Venezuela.”

Relações entre Brasil e Portugal sem irritantes

Aloysio Nunes Ferreira referiu: “As relações entre Portugal e o Brasil são relações, hoje, absolutamente tranquilas, positivas, não há entre nós nenhum ponto de irritação, de conflito, pelo contrário, o nosso entendimento nas relações bilaterais é um entendimento lastreado em programas, projetos, investimento, comércio, muita proximidade cultural, colaboração no campo da ciência, tecnologia, inovação.”

O Ministro brasileiro referiu que sobre a Venezuela exprimiu preocupação sobre os direitos humanos, bem como a “preocupação com a degradação da situação económica e social e o desejo que a Venezuela possa reencontrar o caminho da prosperidade e normalizar a sua vida politica interna, a partir do esforço e do diálogo entre os próprios venezuelanos.”

Acordo Mercosul e União Europeia

“Tratamos também de um tema muito caro ao Brasil que é o acordo entre o Mercosul e a União Europeia. Portugal tem sido uma voz importante a favor desse acordo que se esboçou há muitos anos, 18 anos, mas que nos últimos dois anos recebeu um impulso muito grande a partir da mudança do Governo no Brasil e do Governo da Argentina”, afirmou Aloysio Nunes Ferreira.

O Ministro acrescentou: “Nós estamos próximos de um acordo, ainda faltam alguns temas que precisamos de superar, algumas divergências ou desacordos que precisamos de superar, mas o empenho de Brasil e de Portugal é muito grande no sentido da finalização desse acordo, não só pela sua relevância económica para a Europa e para o Mercosul como também do ponto de vista politico como afirmação do comércio livre.”

Língua Portuguesa e projeto em Moçambique

O Ministro das Relações Exteriores do Brasil indicou ainda que foi abordado na reunião “um tema, que é muito importante, que é a difusão da língua portuguesa” e a cooperação entre Brasil e Portugal relação a terceiros países, e lembrou: “Há já um projeto interessante” que é “um acordo para apoio à cultura sustentável do café em Moçambique”, mas que também foram abordadas “outras formas de cooperação, neste âmbito, entre Brasil e Portugal em relação a outros países da CPLP e fora da CPLP.”

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!