Tratamento de COVID-19 com dexametasona aprovado no Reino Unido

Uso da dexametasona no tratamento da COVID-19 foi já aprovado no Reino Unido. Os estudos clínicos mostram que o anti-inflamatório salvou vidas no tratamento de pacientes graves de infeção pelo novo coronavírus.

0
Tratamento de COVID-19 com dexametasona aprovado no Reino Unido
Tratamento de COVID-19 com dexametasona aprovado no Reino Unido. Foto: DR

O governo do Reino Unido autorizou o Serviço Nacional de Saúde (NHS, sigla em inglês) a usar a dexametasona no tratamento da COVID-19. Trata-se de um tratamento inovador que até agora mostrou reduzir o risco de morte em pacientes graves da doença.

A dexametasona é um medicamento anti-inflamatório que agora é aprovado para tratar todos os pacientes hospitalizados no Reino Unido com COVID-19 que necessitam de oxigénio, incluindo os que estão com recurso a ventiladores.

Em comunicado o Governo britânico indica que foi comprovado que o medicamento reduz significativamente o risco de morte em pacientes com COVID-19 em ventilação, até 35%, e em pacientes que necessitam de oxigénio em 20%, permitindo reduzir a taxa de mortalidade total em 17%, em 28 dias.

Os ensaios clínicos com a dexametasona foram financiados pelo governo do Reino Unido, através do Instituto Nacional de Pesquisa em Saúde (NIHR, sigla em inglês) e Pesquisa e Inovação do Reino Unido (UKRI, sigla em inglês). Este estudo RECOVERY da Universidade de Oxford é o primeiro ensaio clínico no mundo a mostrar um tratamento que tem um impacto significativo na redução de mortalidade em pacientes de COVID-19.

O Governo indicou que já tomou medidas para garantir o fornecimento de dexametasona no Reino Unido, comprando com antecedência mais medicamento, e que em stock “já existe tratamento suficiente para mais de 200.000 pessoas”.

Matt Hancock, Secretário de Saúde, do Governo britânico, referiu: “A partir de hoje, o tratamento padrão para a COVID-19 incluirá dexametasona, para ajudar a salvar milhares de vidas enquanto lidamos com este terrível vírus”.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!