Açúcar no sangue pode reduzir com bebida de cetona

Estudo investigação concluiu, pela primeira vez, que beber um suplemento de cetona pode baixar os níveis de açúcar no sangue. Um meio que pode tornar-se num potencial método para controlar os picos de açúcar no sangue pelos diabéticos.

0
Investigação
Investigação. Foto: DR

A diabetes tipo 2 e a obesidade atingiram nas últimas décadas proporções epidémicas. Estas condições estão associadas ao alto nível de açúcar no sangue, que pode danificar os vasos que fornecem sangue aos órgãos vitais e também pode aumentar o risco de doença cardíaca e acidente vascular cerebral.

Estudos têm vindo a demonstrado que a infusão de cetonas na corrente sanguínea pode reduzir os níveis de açúcar no sangue, mas um estudo recente, agora publicado no Journal of Physiology, mostrou que um suplemento de éster cetónico também pode diminuir os níveis de açúcar no sangue.

Uma equipa de investigadores da Universidade de Colúmbia Britânica e da Universidade de Oxford demonstraram que uma única bebida de éster cetónico permite um melhor controlo do açúcar no sangue reduzindo os picos dos níveis de açúcar.

O estudo envolveu a participação de vinte indivíduos saudáveis que, em duas ocasiões, consumiram o suplemento de monoester de cetona ou um placebo a seguir a um jejum de 10 horas. Trinta minutos depois consumiram uma bebida contendo 75 gramas de açúcar (ou seja, um teste padrão de tolerância oral à glicose).

De seguida os investigadores recolheram amostras de sangue de 15 a 30 minutos ao longo do de 2,5 horas, para análise de glicose, lipídios e hormônios. Os investigadores verificaram que em comparação com o placebo, o pico de açúcar no sangue foi reduzido no dia em que os indivíduos consumiram o suplemento de cetona.

Os investigadores lembraram que o estudo foi conduzido com indivíduos jovens saudáveis, para reduzir a influência confusa de resistência à insulina, disfunção de células beta e medicamentos, pelo que é necessária mais investigação para saber se o resultado é verificável em pessoas com prediabetes, diabetes tipo 2 e obesidade. Os mecanismos fisiológicos que sustentam a melhoria do controlo do açúcar no sangue também precisam ser estudados.

Jonathan Little, da Universidade de Colúmbia Britânica, investigador envolvido no estudo referiu: “O nosso estudo foi realizado em jovens saudáveis, mas se as mesmas respostas foram observadas em pessoas com ou em risco de diabetes tipo 2, então é possível que um suplemento monoester de cetona possa ser usado para reduzir os níveis de glicose e melhorar a saúde metabólica”, e acrescentou: “estamos agora a trabalhar nestes estudos.”

O investigador indicou que os suplementos de cetona não são bons para o paladar, e por isso, foi feita “uma bebida de controlo com um mau sabor” para poder disfarçar melhor o sabor da cetona.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!