Coronavírus: franceses vão ser retirados de Wuhan

União Europeia envia avião para retirar cerca de 250 franceses de Wuhan, na China, devido à intensificação do surto do novo coronavírus. Comissão ativou Mecanismo de Proteção Civil da UE para repatriar cidadãos europeus de Wuhan.

0
Coronavírus: franceses vão ser retirados de Wuhan
Coronavírus: franceses vão ser retirados de Wuhan. Foto: © Rosa Pinto

A Comissão Europeia indica que na sequência de um pedido de assistência da França para prestar apoio consular a cidadãos da União Europeia (UE) em Wuhan, na China, e dada a intensificação do surto do novo coronavírus, ativou o Mecanismo de Proteção Civil da UE.

“A UE não esquece os seus cidadãos em situação de perigo, onde quer que se encontrem no mundo. Serão mobilizados dois aviões através do Mecanismo de Proteção Civil da UE para repatriar cidadãos da UE da zona de Wuhan, para a Europa, referiu Janez Lenarčič, comissário da Gestão de Crises.

O Comissário acrescentou: “O nosso Centro de Coordenação de Resposta de Emergência da UE está a funcionar em permanência e em contacto com os Estados-Membros, as delegações da UE na região e a embaixada chinesa em Bruxelas, e se for solicitado, poderá ser mobilizado mais apoio da UE”.

Por sua vez Stella Kyriakides, comissária da Saúde e Segurança dos Alimentos, afirmou: “Estamos prontos para apoiar os Estados-Membros e assegurar uma resposta forte e coordenada da UE à evolução da situação do coronavírus, fora e dentro da União”, e acrescentou: “Continuaremos a acompanhar de perto a situação com o Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças e a manter um estreito contacto com os Estados-Membros”.

A UE vai cofinanciar os custos dos aviões. O primeiro deverá partir de França amanhã de manhã e o outro partirá até ao final desta semana. Os cidadãos da UE presentes na região e que desejem ser repatriados ainda o podem solicitar, independentemente da sua nacionalidade.

Os números iniciais indicam que cerca de 250 cidadãos franceses serão transportados no primeiro avião e mais de 100 cidadãos de outros países da UE viajarão no segundo avião. Trata-se de um primeiro pedido de assistência e outros podem seguir-se nos próximos dias.

Nesta fase, só os cidadãos saudáveis ou assintomáticos serão autorizados a viajar. O Centro de Resposta de Emergência da UE está em contacto permanente com os governos dos Estados-Membros, a fim de coordenar as chegadas e os eventuais períodos de quarentena subsequentes.

A Comissão Europeia está em contacto regular com os Estados-Membros, o Centro Europeu de Prevenção e Controlo das Doenças e a Organização Mundial da Saúde sobre todos os aspetos do surto de coronavírus.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!