Receitas do turismo sobem 13% em fevereiro

Dados do Banco de Portugal indicam que as receitas de fevereiro provenientes do setor do turismo ascenderam a 677,5 milhões de euros. O crescimento do setor foi de 13% em relação ao período homólogo de 2016.

0
1
Partilhas
Receitas do turismo sobem 13% em fevereiro
Receitas do turismo sobem 13% em fevereiro. Foto: Rosa Pinto

A atividade turística nacional continua a crescer a um bom ritmo acentuado, tendo por análise os dados do Banco de Portugal divulgados hoje, dia 20 de abril. As receitas de fevereiro de 2017 respeitantes ao setor do turismo ascenderam a 677,5 milhões de euros, o que corresponde a um crescimento de 13% face ao período homólogo de 2016.

Considerando janeiro e fevereiro de 2017 a receita do setor foi, no total, de 1.362,2 milhões de euros, ou seja, mais 15,2% da registada nos mesmos meses de 2016.

Analisando por proveniência de visitantes verifica-se que em comparação com fevereiro de 2016, os maiores crescimentos verificaram-se nos mercados brasileiro com 38,8%, no italiano com 22,1%, no americano e irlandês com 20,3% e no francês com um aumento de 14,9%.

Quando se faz a análise sobre a proveniência das receitas verifica-se que em termos absolutos, o mercado do Reino Unido foi o que mais contribuiu para as receitas no turismo em fevereiro, com 114,9 milhões, logo seguido de Espanha com 111,3 milhões de euros, em terceiro lugar vem a França com 102,5 milhões de euros e em quarto lugar a Alemanha com 75,5 milhões de euros.

Feita a análise aos dois primeiros meses do ano os quatros principais mercados de turistas em termos de receitas aparece em primeiro lugar o Reino Unido com um total de 215,2 milhões de euros e um crescimento de 11% face ao período homólogo, em segundo lugar a França com 212,3 milhões de euros e um crescimento de 14%, em terceiro a Espanha com 202 milhões de euros e uma subida de 10% e em quarto lugar a Alemanha com 146 milhões de euros e um aumento de quase 13%.

Dados anteriores do INE, divulgados na semana passada, sobre o número de hóspedes indicava que, pela primeira vez no mês de fevereiro, tinha sido superior 1 milhão, o que é considerado “um feito assinalável para a época baixa.”

Sobre a evolução do número de hóspedes verifica-se que, nos dois primeiros meses de 2017, está em linha com a evolução positiva alcançada em 2016, apresentando um crescimento de 11% nos hóspedes com 2 milhões, de 10% nas dormidas com 5,1 milhões e de 16% nos proveitos atingindo os 260 milhões de euros.

Este ano atividade turística está a crescer em todas as regiões, “destacando-se, no entanto, a evolução na área metropolitana de Lisboa com 16.2%, nos Açores com 14,2% e no Alentejo com 11,5%.

O mercado interno também teve um crescimento de 3,2% nas dormidas atingindo as 1,5 milhões e o mercado externo com 3,6 milhões de dormidas e um crescimento de 13,2%.

Deixe um comentário

Seja o primeiro a comentar!

wpDiscuz