Anticorpos contra o coronavírus diminuem fortemente ao fim de três meses

Anticorpos contra o coronavírus, em pessoas com leves de infeção de COVID-19, caem acentuadamente nos primeiros três meses após a infeção, diminuindo cerca de metade a cada 73 dias. Os anticorpos devem desaparecem em cerca de um ano.

0
Anticorpos contra o coronavírus diminuem fortemente ao fim de três meses
Anticorpos contra o coronavírus diminuem fortemente ao fim de três meses. Foto: © Rosa Pinto

Um estudo realizado por investigadores da Universidade da Califórnia, Los Angeles, EUA, mostra que, em pessoas com casos leves de COVID-19, os anticorpos contra o SARS-CoV-2, o vírus que causa a doença, caem acentuadamente nos primeiros três meses após a infeção, diminuindo cerca de metade a cada 73 dias. Se mantidos nessa taxa, os anticorpos desaparecem em cerca de um ano.

Estudos anteriores sugeriram que os anticorpos contra o novo coronavírus têm uma vida curta, mas a taxa em que diminuem não tinha sido definida com cuidado. Este é o primeiro estudo a estimar cuidadosamente a taxa de desaparecimento dos anticorpos.

Os investigadores estudaram 20 mulheres e 14 homens que recuperaram de casos leves de COVID-19. Os testes de anticorpos foram realizados em média 36 dias e 82 dias após os sintomas iniciais da infeção.

As descobertas levantam preocupações sobre os “passaportes de imunidade” baseados em anticorpos, o potencial de imunidade de grupo e a confiabilidade dos testes de anticorpos para estimar infeções passadas. Além disso, os resultados podem ter implicações na durabilidade de vacinas baseadas em anticorpos.

As conclusões do estudo foram publicadas no New England Journal of Medicine.

Para enviar uma sugestão, por favor faça ou .

Deixe um comentário

Ainda sem comentários!